Cidadão Kane VS Winston Smith – A guerra entre o capital e o estado

tv

A grande mídia está em guerra contra o presidente venezuelano Hugo Chavez, e em toda guerra a primeira vítima é a verdade.

O caso da RCTV é a mais nova batalha, a rede de televisão teve sua concessão não renovada por uma decisão tomada de acordo com a constituição venezuelana.

Porém a mídia anuncia que Chavez “fechou” a emissora, porque a mesma criticava o governo e por ter participado de um “suposto golpe de estado”.

O fato é que a emissora participou ativamente do golpe de estado que acabou fracassando.

Você pode acompanhar o ocorrido no documentário “A revolução não será televisionada”.
disponível em: http://video.google.com/videoplay?docid=5832390545689805144.

É um duelo político, travado entre o estado venezuelano, que quer mais espaço para sua propaganda socialista e os velhos senhores da mídia, aliados de governos anteriores e do imperialismo estado-unidense que vendo seu poder reduzido na américa latina se aliam em defesa de uma causa comum.

A repercussão deste caso no Brasil tem impacto semelhante, a grande imprensa se posicionou claramente contra Lula, tendo seu ápice no caso dos doláres do dossiê tucano.

Agora esta mesma imprensa teme represálias do governo, no Brasil existe uma lei semelhante que dá ao estado o poder de conceder e renovar concessões, mas o PT não quer mexer com este vespeiro.

Preferiu uma tática de combate indireta, a criação de uma TV pública de âmbito nacional, que é duramente atacada pela oposição pois representa uma redução do poder da sua mídia comprada.

Nesta luta “liberdade de expressão” é apenas mais uma palavra, que soa sem sentido saindo das bocas daqueles que querem se perpetuar no poder.

Precisamos de um modelo alternativo de comunicação, formas que realmente sejam democráticas, e não o blá blá blá de sempre.

Links sobre o assunto:

Quem é o cidadão Kane?

Quem é Winston Smith?

“Muito além do cidadão Kane” documentário proibido de ser exibido no Brasil, que conta a outra história da rede Globo.

[radiolivre] Rádios comunitárias: muita repressão, pouca solução (para eles, não existe liberdade de expressão…)

181 concessões de rádio e TV vencem no Brasil em 2007 (coincidência??)

EUA revogaram 141 concessões de TV e rádio; ninguém reclamou

Venezuela: El caso RCTV y la ficción democratizadora de la comunicación (um olhar anarquista sobre a situação midiatica na Venezuela)

Renovação e cancelamento de concessões de radiodifusão (do observatório da imprensa):

Raitéqui – Rádio inteligente: a reforma agrária no ar (Sobre novas tecnologias de comunicação e seu impacto na sociedade)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *