Como midia, corporações e governo se unem para esquecer um escândalo

Este ótimo artigo do Ideber, fala sobre como a imprensa faz com que os assuntos irrelevantes  como (pasmem) o uso do subjuntivo pelo delegado Protógenes sejam usados para esconder o conteúdo da investigação.

Antes do caso explodir, já mostravam como silenciaram frente aos escandalos corporativos envolvendo a criação da mega tele BrOi.

Esta investigação envolve muitos interesses, que saem da esfera politico-partidária, e mostram como funciona o capitalismo brasileiro, como o estado se prostitui para atender os interesses de um punhado de engravatados, nessa panela do diabo os donos da imprensa e o governo, mesmo inimigos na maioria das vezes, se juntam para abafar o caso.

Diante de tantos fatos, ainda fico com dúvidas se é mera ingenuidade daqueles que acreditam que exista neutralidade de imprensa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *