Os pés de laranjas do Sr. Ministro

O barulho que a imprensa está fazendo devido a derrubada de cinco hectares de laranjais (+- 5 campos de futebol) pelo MST é absurdo. A TV tem como base uma tática infalível,  imagem é tudo, e a visão de um trator passando por cima das plantinhas a toda velocidade vale mais para impressionar a população, não interessa se a área era para a subsistência do acampamento, a idéia é a de demonizar ainda mais o movimento(afinal, quando foi a última vez que você telespectador viu alguma noticia boa sobre a produção em assentamento? sobre cooperativas por exemplo?). Você não irá ver na TV, assim como não irá ver como é triste a visão de um trator derrubando as casas de pessoas miseráveis em uma reintegração de posse, sob a proteção de homens armados, prontos para espancar e trancafiar.

A razão desse barulho todo? primeiro, obviamente os velhos interesses comerciais de alguns barões de sempre, acho que este texto é surpreendente, e mostra bem quais são os interesses envolvidos.

Mas não é um fato isolado este escândalo do laranjal, oque está apavorando os latifundiários é a mudança da lei dos índices de produtividade rural, que tem levado veículos como a BAND a repetitivos editoriais a respeito, se posicionando ao lado dos ruralistas. Chegando ao cúmulo de perguntarem a Lula(pasmem) na assembléia da ONU sobre o assunto, afinal este com certeza era o assunto doméstico mais importante do momento. E claro, a reboque vem CPI das ONGs, que segundo a oposição(“democratas” das regiões onde estão os maiores latifúndios do país) vai escancarar o repasse ilegal de verbas federais para o MST.

E assim segue um mundo em que os meios de comunicação estão tão concentrados nas mãos de poucos, em que concessões públicas são usadas para fins privados, e onde pés de laranja de milionários valem mais que a dignidade humana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *