Operação policial quer enquadrar anarquistas e coletivos culturais como ‘organização criminosa’ no RS

Está em curso no Rio Grande do Sul uma operação policial de perseguição política a coletivos culturais e militantes anarquistas, com invasão de espaços culturais, apreensão de livros, computadores e materiais. A RBS acompanha a policia em suas ações, e tem feito matérias sensacionalistas, destacando a participação de estrangeiros e bolsistas da universidade, e a ideologia “contra todo tipo de poder constituído”, fornecendo material para uma matéria que deve sair este Domingo no Fantástico em uma peça de propaganda.

Não é de hoje que estes grupos sofrem perseguição politica, como é o caso da FAG, que mesmo em governos ditos progressistas (Tarso Genro-PT) teve sua sede violada com computadores apreendidos. De qualquer forma, com o golpe recrudescem os ataques, que se ampliam para todo o leque de organizações de esquerda.

Neste momento o importante é ajudar a divulgar, e fazer circular as
informações, acompanhando os próximos capítulos.

Links:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *