Requião, aos amigos a lei.

Após as eleições para reitor da Universidade do Oeste do Paraná (Unioeste) , O governador do Estado do Paraná, Roberto Requião escolheu o candidato que perdeu para o cargo de reitor.

Vejamos:

“Há poucos dias atrás o governador Requião não nomeou para o cargo de Reitor da Unioeste o candidato vencedor nas urnas, mas sim o derrotado na consulta popular realizado no dia 25 de setembro de 2007. Numa eleição disputada, o candidato Altevir Castro dos Santos venceu o atual reitor, Alcebíades Luiz Orlando, que disputava a reeleição, por uma pequena margem de votos. 48% a 47%. Após denúncia de fraudes, o caso foi enviado para a Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, que instituiu uma sindicância para apurar a verdade dos fatos. Com base em artigos do regimento da eleição, a comissão da SETI declarou o pleito empatado, pois segundo critérios de arredondamento previstos na equação cada chapa teria obtido 50% dos votos. Sendo o critério de desempate a titulação, o candidato Altevir levou vantagem, visto que já possui o título de Doutor. Alcebíades é doutorando somente, ainda não defendeu tese, logo não possui o título. Quando a história chegou na mesa do governador, Requião não pestanejou. Usando de recursos que a Lei ainda permite, nomeou reitor Alcebíades, que perdera a eleição.”

Lendo mais o artigo acima se vê que a história do reitor que venceu a eleição e da ACIC que apóia sua candidatura não é das mais limpas, certo.

Mas e daí? Requião agiu de forma autoritária, com o respaldo da lei, mas passou por cima da vontade da comunidade acadêmica que se expressou por meio de uma eleição direta e democrática com uma canetada.

O mesmo Requião que escolhe o reitor a dedo, crítica a decisão do desembargador Edgar Lippmann Júnior que o proibiu de usar a RTVE para fazer ataques a adversários, o governador afirmou que tal decisão “É uma ameaça à democracia brasileira, não tem nada a ver com o governador Roberto Requião. Isso precisa ser corrigido”.

Uma carreata em protesto à nomeação de Alcibíades Orlando como reitor da Unioeste abriu as manifestações deste sábado dia 9.

Uma proposta para acabar com a lei vigente que dá poderes ao governador foi proposta ontem dia 12/02 pelos deputados petistas Péricles de Mello e Elton Welter na Assembléia Legislativa.

Leia mais:

O resultado oficial da eleição, divulgado pela Unioeste.

Entidades repudiam nomeação do reitor da Unioeste

Democracia, só a quem interessa.

Em Requião, alguém acredita?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *