Resistir até a tarifa cair!

Do Click RBS:

O usuário do transporte coletivo de Florianópolis terá de desembolsar
R$ 2,95 (pagos com dinheiro) pela passagem a partir da 0h de domingo(09/10).
O pagamento no cartão fica R$ 2,38, e a tarifa social passa a custar
R$ 1,60. O valor do reajuste foi anunciado pela prefeitura na tarde
desta sexta-feira. O aumento é de 7,3%.

E a reação!

Nesta sexta-feira, estudantes de diversos colégios e universidades de Florianópolis realizaram grande manifestação, marcando o início da resistência contra o aumento no transporte coletivo.

A manifestação saiu da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) por volta das 10h30 e seguiu em caminhada até o Ticen (Terminal do Centro), onde encontrou os estudantes dos colégios da região central da cidade.

Após o encontro, uma assembléia de rua foi realizada e os cerca de 400 manifestantes decidiram ocupar o Setuf (Sindicato das Empresas de Transporte Urbano de Florianópolis) exigindo a apresentação das planilhas de custo do transporte. Os manifestantes tentaram entrar pacificamente nas salas administrativas para dialogar com a direção do sindicato dos empresários, sendo agredidos com pedaços de metais, cadeiras e outros objetos, violência do Setuf que gerou empurra-empurra e uma vidraça quebrada, ferindo funcionários e manifestantes. A Frente de Luta pelo Transporte Público lamenta o ocorrido, bem como a irresponsabilidade e intransigência dos empresários.

Após o incidente, o protesto seguiu até o Atendimento ao Cidadão da Secretaria Municipal de Transportes, mas infelizmente encontrou o prédio com as portas e janelas fechadas. Depois de fechar o acesso dos ônibus ao terminal por alguns minutos, a manifestação seguiu para a prefeitura e mais uma vez o poder público demonstrou que não tem nenhum interesse em dialogar com a população, fechando as portas do prédio e ordenando que a Guarda Municipal atacasse os manifestantes com gás de pimenta.

A manifestação se dispersou por volta das 14h, deixando um saldo extremamente positivo e mostrando para os empresários e para a prefeitura que não toleraremos este aumento! Nossa disposição de luta e organização deixam claro que iremos resistir até a revogação do aumento, exigindo também mudanças estruturais e medidas que transformem o transporte público da cidade para que ele atenda de verdade aos interesses da população, que sofre todos os dias com um serviço de péssima qualidade e a tarifa mais cara do Brasil.

A Frente realizará no sábado, 08 de maio, a partir das 13h30, no Diretório Central dos Estudantes da UFSC, uma reunião ampla para discutir e encaminhar os próximos passos da luta, organizando as manifestações que certamente crescerão e ganharão força na próxima semana. Toda a população de Florianópolis está convidada a participar e contribuir com a luta!

Contra o aumento das tarifas do transporte!

Por um transporte público, gratuito e de qualidade para o conjunto da população!

Resistir até a tarifa cair!

Florianópolis, 07 de maio de 2010.

Frente de Luta pelo Transporte Público

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *