Um satélite na cabeça

zumbi

Pegue Samba,Hip-Hop,Rock,Baião,Maracatú e música eletrônica, junte tudo isso com letras politizadas,psicodelia um sotaque pra lá de recifense e toda uma cena… Eis a Nação Zumbi!

Não vivi a época de ouro do mangue beat, descobri há muito pouco tempo o som do chico science e da nação zumbi.

Mas foi uma das bandas que mais mexeu comigo em muito tempo, no inicio achei um pouco estranho a percussão mais depois de um tempo as batidas hipnóticas e tribais foram entrando na cabeça e não saindo mais, a guitarra distorcida em riffs constantes, a marcação de tempo com o triângulo, tudo isso foi muito novo para os meus ouvidos viciados em um rock mais tradicional.
As letras misturam temas sociais,ambientalismo e muita psicodélia, tem ótimas sacadas com palavras como na música “Banditismo por uma questão de Classe” ou “Da lama ao caos”, a voz do Chico e seu sotaque recifence é muito legal também.

Prefiro a época em que o Chico Science era vivo, mas mesmo assim gosto de muitas músicas da Nação Zumbi como “Prato de Flores”,”Meu Maracatú pesa uma tonelada” e “Blunt of Judah”.

Chico Science e a Nação Zumbi marcaram toda uma época, pra mim está sendo uma descoberta e tanto.

CSNZ – Monólogo ao pé do ouvido:

Modernizar o passado
É uma evolução musical
Cadê as notas que estavam aqui
Não preciso delas!
Basta deixar tudo soando bem aos ouvidos
O medo dá origem ao mal
O homem coletivo sente a necessidade de lutar
o orgulho, a arrogância, a glória
Enche a imaginação de domínio
São demônios, os que destroem o poder bravio da humanidade
Viva Zapata!
Viva Sandino!
Viva Zumbi!
Antônio Conselheiro!
Todos os panteras negras
Lampião, sua imagem e semelhança
Eu tenho certeza, eles também cantaram um dia.

Mais sobre CSNZ:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Na%C3%A7%C3%A3o_Zumbi

http://pt.wikipedia.org/wiki/Caranguejos_com_c%C3%A9rebro

http://trama.uol.com.br/nacaozumbi/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *